| Por Andreia Filipa Ferreira

Rose Museum

Jogo de luz

Com uma fachada imponente em aço inoxidável liso, onde sobressai o padrão de rosas chinesas cortadas à superfície, a NEXT Architects China assinou o projeto do primeiro museu da rosa, em Pequim. Com 17 mil m 2 de área, este museu, que abriu oficialmente ao público por altura da Convenção Mundial da Rosa, em maio, tem como objetivo criar uma nova fase para a arquitetura chinesa, onde a história, modernidade e arte possa conjugar-se de uma maneira sublime. Homenageando a própria cultura das rosas na China, este Rose Museum cria um jogo constante entre luz e sombra. À noite, por exemplo, a fachada de 300 metros ilumina-se e projeta as sombras das flores para o exterior.