| Por Estela Ataíde

Mons International Congress Xperience

Património Arquitetónico

Fotografia

Fotografia

Fotografia

1 de 3

Aberto ao público desde janeiro deste ano, o Mons International Congress Xperience (MICX) marcou o início do percurso da cidade de Mons como Capital Europeia da Cultura 2015. Desenhado pelo Studio Libeskind, o novo centro de convenções é o mais recente marco arquitetónico da cidade belga, tendo sido pensado para dinamizar a área em que foi construído.

Recorrendo a "gestos de design simples, mas dramáticos", Daniel Libeskind concebeu uma interessante expressão de formas geométricas contrastantes. Parecendo formar uma proa que se ergue sobre a rua, o edifício está revestido de lâminas verticais de madeira, que dão luz e textura à estrutura arrojada assinada por Libeskind.

O pátio em cimento cinzento claro que contorna o edifício é salpicado com tiras de pedra azul belga, que conduzem os visitantes até ao interior do centro, formando um padrão irregular que unifica o design. Depois de transporem as portas envidraçadas, os visitantes são recebidos por um átrio luminoso, que absorve amplamente a luz natural que trespassa livremente as claraboias, colocadas na estrutura em intervalos irregulares. O centro coloca um hall de acolhimento, três auditórios, um espaço multifacetado para eventos, salas de conferência, escritórios, um restaurante, estacionamento subterrâneo e um terraço público na cobertura à disposição dos seus visitantes.

Defendendo que, mais do que uma tendência de design, a construção sustentável é uma questão de bom senso e qualidade, Libeskind desenhou um edifício altamente eficiente em termos energéticos.